Você pode fazer? Não deixe para depois

A bicicleta é uma máquina. E como qualquer outra máquina, ela precisa de manutenção e cuidados.

Você pode fazer? Não deixe para depois

E, diferente do que geralmente se pensa, a maioria dos reparos necessários na bicicleta são baratos e simples e rápidos de executar.

O problema é quando eles são adiados, e isso é muito fácil de acontecer. E aí geralmente é preciso ir até uma oficina e gastar mais.

Com um pouco de paciência, tempo e conhecimento, você pode fazer a maior parte da manutenção da sua bicicleta em casa. Não é um bicho de sete cabeças. É claro que você não precisa se tornar um mecânico profissional. Mas é legal aprender noções básicas de mecânica para poder ser virar, e adquirir algumas ferramentas básicas. Veja abaixo algumas dicas de manutenções básicas:

Desde quando você não limpa a sua corrente?

Correntes sujam e muito, e esse acúmulo de partículas vai danificando a peça aos poucos. A limpeza é bem simples: limpe com desengraxante e uma escova de dentes, para fazer um trabalho mais minucioso e alcançar todos os cantinhos. A corrente nem precisa ser desmontada, em casos de sujeira mais leve. Mas se você sabe fazer isso, pode retirá-la completamente e deixá-la de molho em um desengraxante por algumas horas.



Freios

A sujeira se acumula nos discos, nas pastilhas, ou entre as sapatas. Confira e limpe todos esses lugares. Para limpar o disco, use um produto específico com um paninho bem limpo.

As pastilhas de freio podem ser tiradas facilmente para poder se verificar melhor o seu estado. Você pode lixar a superfície delas. Esticar uma lixa em cima de um vidro, ou outra superfície bem plana, é um bom meio de aplainar a pastilha. O mesmo pode ser feito com a sapata de freio, se for o caso. Se elas estiverem muito gastas, é melhor trocar de uma vez.

Suspensão

Aqui já entramos em uma parte mais delicada, já que não é em tudo que você pode mexer sozinho. Mas, ainda assim, há coisas que podem ser feitas. Mas, uma boa limpeza, com certeza pode ser feita facilmente. Com muito cuidado, dá pra desmontar a suspensão, trocar óleos, lubrificar peças móveis, regular as pressões e limpar.

Rodas

Uma roda desalinhada é muito ruim, tanto pra você como para sua bike. É muito fácil ver se a roda está desalinhada:

Gire a roda e verifique se ela está perfeitamente alinhada.

Se seu freio é V-brake, acione os freios gradualmente e observe os pontos que atingem primeiro as sapatas do freio. Se for freio a disco, use qualquer objeto (até o dedo) próximo do aro para ver se está alinhado ou não.

Se estiver desalinhado, aperte ou afrouxe os raios para centralizá-lo.

Para melhores resultados, retire o pneu e a câmara de ar. É mais fácil endireitar a forma do aro sem essas coisas na bicicleta. Além do mais, é bom verificar, ao final do ajuste, se algum raio não ficou apontando acima do nipple, o que poderia furar a câmara de ar.

Ao fazer o ajuste, certifique-se de que apenas o parafuso (nipple) gire quando você apertar ou soltar os raios durante o alinhamento. O raio nunca deve girar; para evitar isso, tente usar um pouco de óleo para liberá-lo. Nunca gire o parafuso se o raio estiver se movendo junto com ele. Ao final do ajuste, verifique se nenhum raio ficou solto, ou apertado demais.

Ferramentas

Não são muitas, não: chave de fenda e phillips, alicate, desengraxante e um bom lubrificante para correntes, chaves allen, paninho para limpeza e lixa. Com o tempo, você pode montar um kit de manutenção da sua bicicleta, adquirindo novas ferramentas e produtos específicos. Na verdade, esse pode ser um hobby muito legal.  E lembre-se de outra coisa importante: manter as ferramentas e acessórios limpos e em bom estado.